XVIII Congresso Brasileiro de Aterosclerose

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

A ANALISE DA ONDA DE PULSO EM GRUPO DE INDIVIDUOS COM E SEM HISTORICO FAMILIAR DE HIPERTENSAO ARTERIAL: DADOS PRELIMINARES

Introdução

O histórico familiar de hipertensão(HFHAS) é um forte fator de risco para o desenvolvimento de hipertensão arterial(HAS), onde indivíduos de pais normotensos teriam menor ocorrência do processo de enrijecimento das artérias1. Acredita-se que a rigidez também tenha influência genética, assim como a elevação da pressão arterial e a idade2. O mecanismo da velocidade da onda de pulso(VOP) e HAS não está completamente estabelecido, há aumento de VOP com aumento da pressão arterial, mas ainda não é possível definir quem é a causa ou consequência3. O objetivo do presente estudo foi analisar dois grupos: com histórico familiar de HAS(CHF) e o grupo sem histórico familiar de HAS(SHF) através das respostas dos questionários sobre autoconhecimento, hábitos de vida, os valores fornecidos pelo aparelho Arteris de hemodinâmica central e rigidez arterial, como VOP, AIX@75, pressão sistólica central(PSC), diastólica central(PDC), de pulso central(PPC) e a idade vascular(IV). 

Material e Método

Estudo observacional, transversal, realizado de maio a julho de 2021 em estudantes de medicina. Feito através de questionário anônimo e análise da onda de pulso pelo método oscilométrico no aparelho Arteris (parecer do Conselho de Ética em Pesquisa n° 4.826.562). Calculou-se a média através do Excel. Avaliação de normalidade da amostra (Shapiro-Wilk), regressão logística múltipla, com nível de confiança de 95% e calculado odds ratio pelo Software GraphPad Prism versão 9.2.

Resultados

Total de 59 participantes, média de idade de 25,29(20±42), onde 45 pertenciam ao grupo CHF e 14 ao SHF. Ao analisar os valores obtidos pelo aparelho, o grupo CHF obteve médias de: VOP 4,82m/s(6,6±3,1); AIX@75 22,59%(41,67±5,33); PSC 97,47mmHg(124±11); PDC 77,13mmHg(106±58); PPC 36,27mmHg(61±21) e IV 24,84(45±18). Enquanto no grupo SHF, médias de: VOP 4,76m/s (5,4±4,2); AIX@75 18,53% (37,67±8,67); PSC 99,86mmHg (118±81); PDC 75,14 mmHg(98±54); PPC 37,85mmHg(52±26) e IV 23,36(32±18). Quanto menor a VOP, menor a chance de ter HFHAS (OR: 0,4) e quanto menor a PPC (OR=0,7), PDC(OR=0,9) e VOP(OR=0,3); menor a probabilidade de ser hipertenso.

Discussão e Conclusões

No grupo CHF, os valores de VOP, AIX@75, PDC e IV foram maiores que os encontrados naqueles SHF. Ainda, foi possível mostrar estatisticamente que o histórico familiar de hipertensão arterial pode influenciar no aumento do valor da VOP, a redução dos níveis de VOP e demais parâmetros hemodinâmicos são importantes para prevenção da HAS.

Palavras Chave

Doenças Vasculares. Endotélio Vascular. Análise de Onda de Pulso. Doenças Cardiovasculares.

Área

Pesquisa Clínica

Instituições

Universidade de Vassouras - Rio de Janeiro - Brasil

Autores

SARA CRISTINE MARQUES DOS SANTOS, João Pedro de Resende Côrtes, Luan Tardem Veloso Teixeira, Ivan Lucas Picone Borges dos Anjos, Eduardo Tavares de Lima Trajano, Carlos Eduardo Cardoso, João Carlos de Souza Côrtes Júnior, Paula Pitta de Resende Côrtes, Ivana Picone Borges de Aragão